Você está aqui: Home Notícias Memorial Santa Paulina é um tributo à fundadora da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição

Memorial Santa Paulina é um tributo à fundadora da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição

4. Fotos e detalhes 250x167Amábile Lúcia Visintainer era ainda menina quando migrou do norte da Itália para o Brasil, em 1875. Estabelecida em Nova Trento, interior de Santa Catarina, dedica-se à comunidade e à vida pastoral e social. Anos mais tarde, com a ajuda de uma amiga, Virgínia Nicolodi, dá início à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição (CIIC), cuidando de uma senhora em fase terminal de câncer.

Mas, Nova Trento era muito pequena para a jovem Amábile. Já consagrada à Vida Religiosa, Irmã Paulina do Coração Agonizante de Jesus muda-se para São Paulo, no ano de 1903. No bairro Ipiranga, com a ajuda de duas Irmãs e uma postulante, dedica-se a cuidar de idosos ex-escravos e das crianças órfãs. E, a partir daí, a missão se espalhou por todo o mundo: as Irmãzinhas possibilitaram a criação de asilos, hospitais, e estão presentes, até hoje, em diversos projetos assistenciais. Seguiram os passos de sua fundadora: “Ide por todo o mundo” (Marcos, 16:15).

Para resgatar esta história de amor e dedicação aos mais necessitados, foi inaugurado, em dezembro de 2005, o Memorial Santa Paulina. O espaço é um tributo de gratidão e reconhecimento à Santa Paulina, fundadora da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, e de toda a sua obra em 11 países, graças à dedicação das Irmãzinhas missionárias.

O espaço é aberto de terça-feira a domingo, com entrada gratuita. O Memorial possui um rico acervo histórico e de objetos usados pela Santa Fundadora e por pessoas que conviveram com ela, desde o início da missão.

Detalhes que encantam
Quem visita o Memorial Santa Paulina tem em detalhes cada episódio da história da primeira Santa do Brasil. No andar térreo, por exemplo, há um porão: ali Santa Paulina trabalhou, por nove anos, confeccionando flores e terços, mesmo depois de ter perdido um braço, por conta do diabetes.

No piso superior, ainda mais singularidades: o visitante tem acesso ao quarto de Santa Paulina, no qual é possível conhecer o espaço em que ela fazia suas orações noturnas, a cama que usava e um pequeno armário, onde são conservados objetos e imagens de sua devoção, como Nossa Senhora Menina, o relógio mostrando a hora de sua partida, além do caixão em que foi sepultada. Foi neste mesmo local que Santa Paulina partiu para junto da morada do Pai, na data de 9 de julho de 1942.

Ao todo, são seis salas contendo objetos e registros especiais, ao longo destes 125 anos da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, além de painéis, com fotos e outros materiais que contextualizam a expansão missionária.

O Memorial reserva ainda um oratório, onde Santa Paulina costumava receber a comunhão e ficar horas em adoração ao Santíssimo.

Serviço:
Memorial Santa Paulina
Aberto de terça a sexta-feira, das 13h às 17h30min, e aos sábados, domingos e feriados das 10h às 17h30min.
Endereço: Avenida Nazaré, 470, bairro Ipiranga - São Paulo-SP
Telefone para contato: (11) 2271-0077
Pontos de referência: próximo ao Metrô Alto Ipiranga (linha 2), bem como do Parque da Independência. Para quem está no centro, pode tomar o ônibus na Praça Ramos de Azevedo (linha 4113), desembarcando em frente ao Memorial.

 

1. Memorial 700x467Memorial Santa Paulina possui seis salas, contendo objetos e registros especiais, ao longo de 125 anos de CIIC

2. Cama Santa Paulina 700x467Quarto onde morreu Santa Paulina, incluindo sua cama e outros objetos de uso pessoal dela, estão no Memorial 

3. Local de orações 467x700

Este era o local que Santa Paulina costumava rezar e receber a comunhão

4. Fotos e detalhes 700x467Fotografias históricas, personalidades ilustres e demais objetos compõem o Memorial Santa Paulina. Visitante tem acesso a todos esses espaços

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar


Ação Evangelizadora


Ação Pastoral

  • Pastoral Carcerária, da Saúde, Paroquial, da Terra, da Juventude, Diocesana e DST-AIDS
  • Áreas de atuação: indígenas, mulheres em situação de risco, catequese, liturgia e comunicação

Saúde

Unidades Sociais / Projetos Sociais

  • Tecendo a Vida - Belo Horizonte - MG
  • Educandário Sagrada Família - São Paulo - SP
  • Casa da Sagrada Família - Campos do Jordão - SP
  • Lar dos Velhinhos - Maringá - PR
  • Lar Nossa Senhora Aparecida - Santuário Nacional
  •  Lar São Vicente de Paulo - Itaberá - SP
  • Asilo São Roque - Diamantino - MT
  • Casa do Peregrino - Itajaí - SC
  • Orfanato São Roque - Moçambique
  • Escola Familiar Rural - Moçambique
  • Asilo Santa Bárbara - Argentina

Família CIIC